Segurança Física de Instalações

O Que é Segurança Física de Instalações?

A segurança física de instalações é essencial em qualquer tipo de empresa, seja ela pública ou privada. Com um plano de segurança física é que se pode manter o patrimônio da empresa, assim como a vida das pessoas que lá estão.

A segurança física corresponde à constituição de barreiras de forma a evitar, ou retardar, intrusões e garantir uma resposta mais eficaz às mesmas.

Conceitos de Segurança Física de Instalações

A segurança física de instalações é o ramo da segurança que visa prevenir acessos não autorizados a equipamentos, instalações, materiais ou documentos. Este tipo de segurança pode ser concretizado através de uma simples porta ou envolver complexos sistemas de segurança onde a tecnologia de ponta é uma constante.

Ao contrário do que se pode pensar, a preocupação com a segurança física não é um fenômeno do século XX. Deste muito cedo na história da humanidade que garantir a segurança de certos espaços foi uma preocupação. Por esta razão é com relativa facilidade que encontramos no passado vários exemplos de aplicação de medidas para garantir a segurança física de determinados lugares.

Indícios históricos evidenciam que a origem da segurança física é tão antiga quanto o próprio raça humana.

Começando com o uso de cavernas, passando por cidades muradas, castelos cercados por fosso e muralhas, chegando a segurança dos condomínios da atualidade.

Na atualidade as opções de segurança física são diversas, envolvendo barreiras físicas com dispositivos de segurança, modernos sistemas de alarmes e monitoramento por CFTV, monitorados por softwares de segurança capazes de identificar e dar alarmes em casos de situações suspeitas.

Objetivos da Segurança Física de Instalações

Apesar do objetivo da segurança física de instalações estar focado em evitar o acesso de pessoas indesejáveis a determinados espaços físicos, documentos ou produtos, pode haver diferentes formas de abordar este problema.

Quando se planeja um sistema de segurança física é fundamental ter em conta que cada espaço que necessita de proteção é um espaço único. Como tal, o sistema mesmo que adote estratégias adaptadas noutros projetos, deve ter em conta a singularidade do espaço protegido.

A implantação das medidas de segurança física de instalações tem os seguintes objetivos:

  • DISSUADIR: Induzir um potencial invasor a mudar a intenção de acessar ao local protegido, devido a dificuldade de ultrapassar as barreiras de segurança existentes e/ou da possibilidade de sua tentativa de acesso ser percebida pela segurança do local.
  • IMPEDIR: Impossibilitar o acesso do agressor ao local protegido através das sucessivas barreiras de segurança, que por suas características tornam sua transposição inviável.
  • DETECTAR: Capacidade de identificar e dar alarmes sobre tentativas de acessos não autorizados ao local protegido.
  • RETARDAR: Através de sucessivas barreiras de segurança, dificultar o acesso, tornado o demorado, de forma a permitir a intervenção da vigilância patrimonial em tempo hábil para controle da situação.

Pilares da Segurança Física de Instalações

Normalmente, são três os principais pilares nos quais assenta qualquer sistema de segurança:

  • Pessoas
  • Tecnologias
  • Processos

Medidas de Segurança Física de Instalações

Medidas Passivas

As medidas passivas são medidas de segurança física que se caracterizam por serem estáticas.

As medidas passivas não reagem a uma agressão ou violação de espaço, não atuam de forma automática e sempre dependem da ação humana.

Por exemplo, um portão trancado com cadeado, para ser acessado requer um vigilante que identifique a necessidade e autorização para acesso e que efetue sua abertura.

Medidas Ativas

São aquelas medidas de segurança que tem uma ação automática e programada de acordo com a ocorrência identificada. As medidas ativas reagem automática a um evento.

Uma catraca de controle de acesso, que ao se passar um crachá de acesso, faz uma consulta em um banco de dados, verifica a autorização de acesso e se estiver tudo certo libera o acesso.

Podemos citar também um sensor de presença, que ao ter seu espaço violado emitem um sinal de alerta.

Medias De Inteligência

São Atividades de Inteligência adotadas em caráter preventivo, dentre elas podemos citar:

Recursos Utilizados na Segurança Física de Instalações

Recurso Organizacional (Medidas Administrativas)

São as medidas administrativas necessárias para a organização e o funcionamento da segurança física de instalações.

O objetivo principal é estabelecer regras de funcionamento, comportamento e convivência, e atribuir autoridade e responsabilidades em relação a segurança do local a ser protegido.

Recursos Humanos

Compreende os profissionais da segurança privada responsáveis pelo planejamento, implantação e execução de todas as medidas de segurança possíveis para o local a ser protegido.

Recurso Material

Compreende os equipamentos e meios disponibilizados para o efetivo exercícios das atividades da segurança física.

Quanto mais e melhor equipada uma equipe de segurança melhor tende a ser o trabalho prestado.

Um projeto de segurança física deve prever e dimensionar os recursos materiais mínimos necessários para possibilitar o desempenho esperado da equipe de segurança.

Recurso Animal

Podemos definir recurso animal como o emprego de animais, de acordo com suas características e habilidades, na atividade de segurança patrimonial da organização.

Tem como objetivo potencializar as ações da segurança física de instalações.

Recurso Tecnológico

Compreende os mordemos aparatos da Segurança Eletrônica existentes na atualidade.

A maioria dos sistemas de segurança física na atualidade, fazem uso de algum tipo de recurso da segurança eletrônica.

Perímetro De Segurança Física

Os perímetros de segurança são obstáculos que limitam e definem as áreas que contenham informações e instalações a serem protegidos.

A segurança perimetral diz respeito a todos os meios físicos, eletrônicos e humanos utilizados para garantir que o perímetro de um edifício ou área tem proteção contra potenciais ameaças e acessos não autorizados.

A delimitação do perímetro de segurança é feita por barreiras físicas que evidenciam os limites de acesso.

Barreiras Físicas de Proteção

Para garantir a segurança de um perímetro a segurança física utiliza um combinado de barreiras físicas. Cada barreira tem um propósito específico, que pode incluir barreiras naturais e barreiras estruturais, principal propósito é o de desencorajar a tentativa de entrada não autorizada no perímetro de segurança.

Barreiras Físicas Naturais

As barreiras físicas naturais são os obstáculos que a própria natureza oferece.

Podem ser as características geográficas do local ou também a utilização de vegetações com características específicas, encostas, rios, pântanos, alagadiços ou qualquer outra situação geográfica que dificulte a aproximação ou passagem de um indivíduo.

Barreiras Físicas Estruturais

As barreiras físicas estruturais são as estruturas, geralmente em alvenaria, ferro ou madeira, construída pelo homem para delimitar e controlar o acesso a um determinado perímetro.

Barreiras Tecnológicas

Podemos conceituar as barreiras tecnológicas, como sendo o emprego dos diversos equipamentos de segurança eletrônica disponíveis na atualidade para a detecção, controle e monitoramento de acessos um determinado local.

Controle de Acesso

Podemos conceituar controle de acesso como a atividade de administrar (identificar, bloquear, liberar, acompanhar e registrar) os acessos de pessoas e bens materiais a um local de um ponto previamente estabelecido.

O controle de acesso são medidas de segurança física de instalações que visam a restrição de acesso a um determinado local controlado.

Conclusão

A segurança física tem uma importância muito grande nas Atividades de Segurança Privada, pois ela está envolvida em todos os seus seguimentos, na vigilância patrimonial, segurança pessoal, escolta armada, transporte de valores, segurança em grandes eventos e etc.

A eficiência na gestão da segurança privada depende de um bom conhecimento sobre os fundamentos e conceitos da segurança física.

O planejamento e o emprego da segurança física deve ser realizado após uma criteriosa identificação, análise e avaliação de riscos, onde deve se identificar as fraquezas, ameaças potenciais e os riscos a que estão exposto o bem a ser protegido, de forma a possibilitar o emprego dos recursos mais adequadas a cada situação.

Os recursos financeiros a serem empregados e os gastos com as medidas de segurança física devem ser coerentes e compatíveis com o valor do bem a ser protegido, e também devem ser proporcional ao risco identificado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *