Gestão do Conhecimento na Segurança Corporativa

A preocupação com o conhecimento não é algo novo. Platão, Sócrates, dentre outros já se preocupavam com este tema. Porém as abordagens sobre gestão do conhecimento nas organizações iniciam-se na década de 1990, pois se percebeu a importância de se desenvolver ferramentas para tornar explícito e disponível o conhecimento existente na empresa bem como a importância da troca e compartilhamento do conhecimento das pessoas.

Continue reading “Gestão do Conhecimento na Segurança Corporativa”

Fuga de Informações Através da Engenharia Social

Fuga de informações através da engenharia social | Segurança da Informação

Na segurança patrimonial e empresarial, há um jargão conhecido que diz que se deve medir a força de uma corrente pelo seu elo mais fraco.

Esta corrente é formada por diversos elos que podem ser representados por: comunicação, sistema de alarmes, barreira físicas, controle de acesso, recursos humanos, etc. normalmente, somos unânimes em dizer que as pessoas são o elo mais fraco, porque são mais sujeitas as falhas (de qualquer ser humano).

Continue reading “Fuga de Informações Através da Engenharia Social”

IDENTIFICANDO RISCOS CORPORATIVOS

Identificando Riscos Corporativos

  1. COMPREENSÃO DA EXISTÊNCIA DE PERIGOS

A identificação dos riscos e de seus fatores significa a compreensão das origens de cada perigo. Deve-se buscar responde porque o perigo existe na empresa. Quais são as condições que potencializam a concretização do evento estudado.

A compreensão da origem do perigo é imperiosa para a eficácia no tratamento, na priorização que a empresa vai poder dedicar para mitigar aquela situação. Somente após o entendimento do porque da existência de cada perigo, é que poder-se-á sugerir medidas eficazes para mitigar.

Continue reading “IDENTIFICANDO RISCOS CORPORATIVOS”

Implantação de um Plano de Ação de Emergência

Implantação de um Plano e Ação de Emergência

  1. Introdução

A implantação não consiste apenas num mero documento contido no plano de ação de emergência.
Uma vez elaborado o plano é preciso operá-lo através de seu responsável.

A implantação é um instrumento que mantém vivo o plano e caso fique aprovado, através desse resultado mantém correto a estrutura de emergência.

Continue reading “Implantação de um Plano de Ação de Emergência”

POSTO DE COMANDO – GERENCIAMENTO DE CRISES

O posto de comando tem fundamental importância no curso do gerenciamento de uma crise. De sua organização e operacionalidade dependem o fluxo de decisões e o próprio êxito da ação policial durante o evento crítico. A sua instalação tem lugar durante a fase da resposta imediata e deve ser uma das primeiras preocupações do gerente da crise, tão logo seja estabilizada a situação.

Continue reading “POSTO DE COMANDO – GERENCIAMENTO DE CRISES”

DESINFORMAÇÃO | CONTRA-INTELIGÊNCIA

A desinformação é uma medida de caráter ofensivo onde a empresa através do seu departamento de Contra-Inteligência irá iludir a concorrência sobre suas atividades e principalmente sobre o lançamento de seus produtos e/ou serviços.

Lembrando que a Contra-Inteligência é o ramo da Atividade de Inteligência responsável em salvaguardar o Sistema da Empresa, contra as ações dos seus concorrentes. É uma atividade permanentemente exercida e executada com o objetivo de proteger conhecimentos vitais para a empresa, seu pessoal e instalações contra as atividades desenvolvidas pelo Serviço de Inteligência da concorrência.

Continue reading “DESINFORMAÇÃO | CONTRA-INTELIGÊNCIA”